O Velho Vo diante dos Encantos da Infância

 

PAZ

O velho Vo, na conversa com os seus dois netos Hum e Dud, recorda os melhores momentos da infância.
Ele fala das brincadeiras para ressaltar as artes mais comuns dessa bela época.

FESTIVAL . SÃO GONÇALO . 2000

 

A "pipa", a "bola de gude", o "pião", o balão de papel fino ou balão junino e a bola, entre tantas outras distrações, são as práticas preferidas de crianças e jovens, na cultura brasileira.

 

BANANA DE PIJAMA

Muitas dessas interessantes maneiras de entretenimento ocupam o período ocioso de todos, residentes em tantas cidades do mundo onde nascem e fazem o seu viver. Esses modos de lazer, quase sempre espontâneos, intuitivos, excitam a criação e mostram o potencial da razão aflorando pela arte daquele pequeno ser.

MILTON CAVACA . RJ . 1998

 

Os brinquedos e as brincadeiras marcam bem o momento da criança e do jovem, no desempenho das suas potencialidades individuais. Os jogos de passatempo são agradáveis e sadios e essenciais para um crescimento equilibrado, sem traumas.

As energias, adquiridas e acumuladas pelo crescimento, são gastas com atividades próprias dessa fase inicial da vida, o que é fundamental para o desenvolvimento físico e mental desse pequeno ser.

A prática livre e informal, de descontração psicológica, complementa o tempo empregado na escola convencional.

 

O Velho Vo interpreta a infância

 

 "A infância é a semente do porvir, a fonte primária do aprendizado, onde começa a trajetória do viver de cada ser humano.

O melhor dessa idade inicial é a vontade de vencer da gurizada.

As crianças são iguais. Elas transmitem, no curso desse período da vida, o sentido humano da igualdade: a solidariedade e pela singeleza e ternura dos seus atos sugerem a aliança incondicional com DEUS. Os meninos e meninas, assim, passam os anos da fantasia, da magia dos sonhos, das descobertas das coisas, dos porquês, das historietas dos pais e dos avós, num ambiente de fraternidade.

Esses artifícios, os brinquedos e as brincadeiras, que preenchem o caminho particular de cada um, utilizados no curso da vida, são essenciais para o desenvolvimento da personalidade e a formação do caráter... e no meio ambiente, próspero ou não, projetam para o que será o amanhã.

 

PICA PAU

O costume desse próprio da infância é prova insofismável da razão humana."

THARSIS . RJ . 1998

 

 

AVANTE