O Velho Vo volta diante da Arte


"Quando pensamos na palavra arte vem logo à mente a idéia de alguma coisa rara realizada pelo ser humano, daí a clássica definição:

Arte: "Conjunto de preceitos e normas para se fazer alguma coisa". *

 

NETUNO, DEUS DO MAR

Como se observa: "Conjunto de preceitos e normas..." significam os elementos formais; e a ação: "...para se fazer alguma coisa", presume o indefinível, isto é, a idéia, o algo mais que está latente no vasto potencial psicológico do homem, o que confere caráter subjetivo ao seu objeto.

Daí se conclui que arte é uma aptidão autônoma, não subordinada ao conhecimento.

De modo geral sinaliza para o oculto, para o mistério que está dentro de cada um de nós.

T. da RAÇA . RJ . 1996


Assim,

Arte é o atributo privativo do ser humano, capaz de manter seus dons e fazer despertar suas paixões, no tempo e no espaço, com o fim de realizar o sentimento oculto no infinito da sua alma, transportando o seu eu do mundo da fantasia para o mundo real, para disseminar o bem e partilhar dos seus frutos".



O Velho Vo destaca a primazia da Arte sobre a Ciência

 

"A evolução do homem, no curso do crescimento da sociedade humana, se deve, particularmente, à arte, este notável artifício da alma humana, que foi sendo expressado com acentuado destaque, até os primeiros momentos da ciência, já na Era Cristã.

Aristóteles, o notável gênio do pensamento humano, grego nascido em Estagira, na Macedônia, no ano de 384 e morto em Cálcis, na ilha de Eubéia, no ano de 322, a.C., discípulo de Platão, preceptor de Alexandre, O Grande, reconhece no homem a qualidade superior do dote da arte, o que lhe proporcionou o recurso da ciência.

Pela
arte o homem foi revelando suas aptidões, ampliando suas relações, manifestando suas apreensões e intenções e estabelecendo seus costumes, aumentando e consolidando suas conquistas.

A
arte funciona como elo de comunicação e fonte permanente de coesão social.


 

SEREIA DO MAR

A Arte de DEUS Creou o Universo...Creou o Céu e a Terra...Creou o Dia e a Noite...Creou a Natureza e tudo que a compõe...Creou todos os Animais...e, por último "Creou o Homem à Sua Imagem e Semelhança".

Arte é a fonte permanente da imaginação e do saber. Com a arte o homem desenvolve o mundo cultural humano. Logo, as artes estão nas raízes da cultura humana e representam o sinal mais eloqüente da presença de DEUS, como guia do homem. O homem, com o poder de criar, assemelha-se à DEUS pelo atributo da arte.

T. da RAÇA . RJ . 1996

 

Aquele que produz arte manifesta a capacidade indizível da alma e, é um mensageiro de DEUS.


A criança, na inocência própria da sua primeira idade, improvisa o brinquedo, inventa formas com o meio de fortuna que dispõe, para satisfazer a imaginação e atender à sua curiosidade.


Isto é o primeiro sinal do desempenho espiritual do homem, uma primeira manifestação da razão humana".


O Velho Vo lembra



"Com o fim do Império Romano (queda de Constantinopla), o advento do Cristianismo fortaleceu o predomínio do pensamento religioso. Naqueles tempos o homem só produzia arte.

 

NETUNO, MITOLOGIA ROMANA

Arte, experiência e ciência

são atividades afins, derivadas da alma, portanto, são expressões culturais que induzem DEUS no coração do homem.

T. da RAÇA . RJ . 1996

 


Nicolau Copérnico - sec. XVI - (idéia da Terra como um planeta esférico) e Galileu Galilei - sec. XVII - (confirmou experimentalmente a idéia de
Copérnico e afirmou ser a Terra parte de um conjunto em que o Sol seria o centro do sistema), encerram a fase da prevalência da arte sobre a ciência.

A partir do
século XVI, com o incremento da ciência, o homem passa a pretender explicar tudo pela maravilha das boas novas. Começa o ciclo do pensamento materialista, no destino da Humanidade".

 

* Grande Enciclopédia Delta Larouse: verbete Arte, volume 2, página 519.


AVANTE